acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
Apoio Offshore

Grupo CBO batiza embarcação AHTS 18000 "Bossa Nova" e a madrinha é a cantora Joyce Moreno

04/10/2017 | 16h53
Grupo CBO batiza embarcação AHTS 18000 "Bossa Nova" e a madrinha é a cantora Joyce Moreno
Divulgação Divulgação

O Grupo CBO realiza nesta quarta-feira (04) o batismo do CBO Bossa Nova, o primeiro AHTS 18000 construído no estaleiro Oceana. A embarcação, que começou a ser construída em 2015 e está contratada pela Petrobras, faz parte da série "Terra Brasilis", uma sequência de seis navios que homenageiam as riquezas do Brasil.

A madrinha do CBO Bossa Nova será a cantora Joyce Moreno, ícone da MPB, que se projetou entre os anos 70 e 80. O batismo é uma cerimônia bastante tradicional, realizada para celebrar a finalização do navio e para trazer boa ventura nas viagens.

Os AHTSs 18000 (Anchor Handling Tug Supply Vessels) são embarcações de apoio marítimo offshore projetados para exercer operações de manuseio de âncoras, reboque e suprimento de plataformas, transportando uma grande variedade de cargas.

"A embarcação CBO Bossa Nova é uma marca importante na trajetória de sucesso do Grupo CBO. Ao ser entregue dentro do mais alto padrão de qualidade e estado da arte em tecnologia embarcada, ela simboliza o firme compromisso do Grupo para com a indústria de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural em alto mar. A série Terra Brasilis, composta por seis embarcações AHTS 18000, juntamente com investimentos correntes na construção e modernização de embarcações da CBO para operações de inspeção, manutenção e reparo submarinos, representam um importante salto no portfólio de serviços da empresa e no seu continuo propósito de geração de valor de forma sustentável no setor de petróleo e gás natural", afirma o presidente do Grupo CBO, Edson Souki.

Integram ainda a série "Terra Brasilis" o CBO Iguaçu, que foi lançado em julho desse ano e o CBO Parintins, que será lançado no próximo dia 06.

Sobre o CBO Bossa Nova:

Comprimento: 82,40m

Boca: 19,50m

Pontal: 8,50m

Calado de pojeto: 7,0m

Potência total: 12000mkW

Sobre o Oceana Estaleiro

Com cerca de 310 mil metros quadrados, o Oceana Estaleiro está localizado em Itajaí, Santa Catarina, uma região com forte vocação para a construção naval. Moderno, utiliza tecnologia de ponta e apresenta precisão técnica em todos os processos, seguindo os padrões e regras internacionais de gestão de qualidade em todas as etapas da construção. Com capacidade de construção de quatro a seis navios por ano, o estaleiro conta com o reconhecimento do setor offshore.

Sobre o Grupo CBO

O Grupo CBO tem seu foco na navegação de apoio marítimo, incluindo a operação de embarcações de apoio offshore de médio porte, como Platform Supply Vessels (PSVs), Anchor Handling Tug Supply (AHTS), Oil Spill Recovery Vessels (OSRVs) e Inspetion, Maintenance and Repair Vessels (IMRs), além de operar dois estaleiros, um no estado do Rio de Janeiro e outro em Santa Catarina.

A empresa conta com executivos com larga experiência no setor, e com os mais altos princípios de Segurança, Meio Ambiente e Saúde, e eficiência operacional, além de programas de prevenção de acidentes - alinhados com os altos padrões de qualidade e processos de seus controladores.

Com um forte plano de investimentos, o Grupo CBO figura entre os líderes da indústria, crescendo sua frota em número e teor tecnológico, sempre mantendo seu compromisso com a indústria nacional.

 

 

Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu